Seg - Sex 13h às 20h
R. Dr. César 1368, sala 1705 - Santana - São Paulo - SP - CEP: 02013-004
atendimento@clinicaunire.com.br
(11) 3360 0800

News Clínica Unire

A melhor maneira de estar por dentro do mundo da beleza.
Dr. André Rosado, em seu consultório, fala sobre queda de cabelo.
17
abr

Queda de cabelos

Queda de cabelos é um tema extenso e merece uma série de posts

Queda de cabelos – 1

Queda de cabelos. Este é o primeiro post de uma série que faremos para explicar um pouco melhor esse assunto que, por ser muito extenso, será dividido em 3 vídeos. Neste primeiro eu vou abordar as doenças do couro cabeludo que promovem a queda.

No segundo vídeo eu vou falar sobre alguns mitos relacionados ao uso de cosméticos, secador, chapinha, entre outros. Já no terceiro eu vou falar sobre os possíveis tratamentos, que são muitos, e com ótimos resultados.

É normal os cabelos caírem?

Primeiramente, o que todos devem saber é que os cabelos caem naturalmente. É normal uma pessoa perder 100 fios por dia ou até mais. Um cabelo maduro dura cerca de 3 a 5 anos, depois disso esse cabelo cairá e será renovado por um novo fio. Quem produz este novo fio é o folículo, que são células do couro cabeludo que são a verdadeira raiz dos cabelos.

O nome que nós dermatologistas usamos para chamar a queda de cabelos é alopecia e para facilitar um rápido entendimento eu fiz um esquema para vocês.

Alopecias

As alopecias são classificadas em congênitas e adquiridas. As congênitas são de difícil tratamento, as pessoas já nascem com ela, mas felizmente são raras.  As adquiridas, por sua vez, são divididas em cicatriciais e não cicatriciais.

No primeiro grupo encontram-se as doenças que vão causar a queda definitiva dos cabelos como alguns quadros de infecção, traumas e queimaduras e doenças inflamatórias.

No grupo das não cicatriciais estão as principais causas que trazem os pacientes ao consultório.

Alopecia androgenética

Bom, a doença  mais comum é chamada de alopecia androgenética, que é a queda de cabelo hereditária, mais comum nos homens, mas que também acomete muitas mulheres. Trata-se de uma característica genética que pode se iniciar logo aos 20 anos nos homens e nas mulheres um pouco mais adiante aos 30, 40 anos.

Neste caso vai ocorrendo uma perda progressiva e contínua dos folículos, que é a porção da pele que produz o cabelo. Assim, quando o folículo morre nenhum outro cabelo vai nascer nesta região e a pessoa vai lentamente ficando careca.

Dermatite seborreica

Uma outra causa extremamente comum é a dermatite seborreica, conhecida como caspa. Há uma relação direta entre a caspa e a queda devido ao aumento da oleosidade que esta doença provoca no couro cabeludo. Este aumento promove uma alteração nas fases de  crescimento dos cabelos com a consequente queda.

Eflúvio

O eflúvio também é extremamente comum. É aquela queda comum nas mulheres após a gestação, mas que pode ocorrem em qualquer momento da vida inclusive nos homens.

O paciente sente uma grande e rápida diminuição da quantidade dos cabelos, tendo a nítida sensação de que esta ficando careca rápido. Além de ocorrer após a gestação nas mulheres, ocorre também após cirurgias, internações por doenças graves e outras causas.

Outras causas

Existem ainda outros motivos de queda como alterações hormonais, doenças sistêmicas como diabetes e lúpus, doenças da tireoide e infecções.

A queda de cabelos é um assunto extremamente complexo, mas eu tenho certeza de que um bom dermatologista vai saber conversar com você, examinar, pedir exames se forem necessários e prescrever o seu tratamento. Procure seu dermatologista, fique livre da queda de cabelos.